CLÁUDIO AJUDA-ME

… A bola de Ouro é dele! (Na prática é um pouco nossa também!)

Por

… Cristiano Ronaldo ganhou a bola de Ouro e transforma-se (mais uma vez) no melhor jogador do mundo para os jornalistas. Os entendidos na matéria dizem que ele já o era antes de ter a bola. Já disse algumas vezes que o que eu gosto de Cristiano não é o facto de ser melhor ou pior futebolista, que eu de futebol percebo menos que da zona geográfica do Burundi. Existem melhores do mundo em muitas áreas: professores, médicos, entregadores de pizza… enfim, em todas as áreas existem os melhores, seguramente até em áreas de maior importância para o mundo, mas certamente sem o reconhecimento publico que o futebol merece. O que eu gosto no Cristiano é o amor incondicional que ele tem pela família, o orgulho que tem na mãe e que não se cansa de enaltecer na primeira e em todas as oportunidades. O babado que é com o filho, que se nota em cada retrato que nos passa. A voz quebrada de Cristiano a falar de Portugal, a agradecer o apoio da família ao longo de todo este tempo é emocionante. Para mim, muito mais emocionante do que a bola em si. Para mim, o momento que me emociona é ver uma  dona Dolores, orgulhosa do filho e o filho orgulhoso da mãe nestes acontecimentos que marcam uma vida e a história de um atleta. A mim o que faz gostar do jogador é o homem por trás da imagem que foi construída, muitas vezes com o seu consentimento, outras à sua revelia. O que Dolores guardará com carinho a sete chaves no seu mundo de afectos é o amor do filho, porque a bola estará em cima de uma estante e será usada para se lhe limpar o pó de vez em quando. Vale o que vale… sendo que vale muito!

cristiano

Fotos net e Facebook Dolores Aveiro

Leiam também um destes artigos:

Centro de Preferências de Privacidade

Estatísticas

Dados estatísticos

_pk_id.4.edc1,_pk_ses.4.edc1

Informação

Notícias Push

__cfduid