CLÁUDIO AJUDA-ME

… Quando calçar outros sapatos nos faz crescer (Quero que todos visitem a casa)

Por

… Há experiências na vida que ficam para a vida e uma delas foi esta visita que fiz à casa da Esclerose Múltipla, que está patente no Colombo até dia 31. O que fiz foi, acima de tudo, ter um contacto real com os sintomas e as dificuldades com que lidam, todos os dias os muitos portadores desta doença. O importante é que se perceba que a Esclerose Múltipla não é um ‘bicho de sete cabeças’, que é uma doença crónica, mas com a qual se vive e se consegue uma vida perfeitamente normal, quando adaptada à realidade de cada um. Gostei muito de conhecer o espaço e ficar a saber mais sobre o assunto, porque desde que vi o filme 100 Metros e vos contei aqui, estava com muita curiosidade de tentar perceber exatamente o que era e como se vivia com EM. Questionei-me sempre se poderia fazer alguma coisa para ajudar a passar a mensagem que o filme passa: que se pode viver com a doença! Tem que se ter força, mas é importante que quem rodeia o doente perceba isso. Nesta casa, percebe-se tudo. Eu se fosse a vocês ia visitar. É uma oportunidade rara de ‘calçar os sapatos dos outros’, o que só vos fará bem. Depois contem-me como foi. Combinado?

 

Leiam também um destes artigos: