CLÁUDIO AJUDA-ME

… Desta vez o caso é sério (Não deve ficar por um desmentido)

Por

… O assunto é sério. Muito sério para ficar apenas como um comentário, matéria de jornal ou revista. Cristiano Ronaldo é acusado por um jornal de ter feito um acordo para não ser acusado de violação por uma jovem. Não acredito. Digo já que não acredito, porque nada me faz sentido na história. A rapariga, que na altura (há nove anos) teria recebido mais de 250 mil euros e assinado uma forte cláusula de silêncio, vem agora mostrar as provas do dito acordo ao jornal mas recusa ser identificada. Não faz sentido! Diz que escreveu uma carta a Cristiano (que ele garante nunca ter recebido) onde manifesta a revolta que sente, depois de ter aceite ir de madrugada ao seu quarto de hotel, com uma amiga, que terá acabado, segundo ela, mal…  Não serei eu a avaliar se é verdade ou mentira (eu quero acreditar que é mentira), mas neste caso, Cristiano terá que ir longe nas acções tomadas contra a tal rapariga e contra quem avança com a informação. Não lhe adianta dizer que é mentira num comunicado. Adianta-lhe levar até ao fim a história, tendo que provar em tribunal que está a ser difamado e ofendido. Esta é um acusação gravíssima, que pode prejudicar a imagem do craque para sempre e que destrói o carácter de qualquer pessoa. Por isso, digo que não pode ficar como qualquer outro boato ou ‘diz que disse‘ dos muitos que se escutam sobre ele. Eu sei que daqui a meses a história fica esquecida, mas não pode! Cristiano e quem o rodeia não podem ficar quietos em cima de um caso destes, sob pena de manchar para sempre aquilo que o mundo pensa dele e a imagem que representa para milhões de pessoas. E para quem conta a história, ficando provado que é mentira, tem de ser responsabilizado. Duramente responsabilizado! Até porque como Cristiano Ronaldo diz no comunicado onde desmente isto, ‘… a imputação de uma violação é uma acusação nojenta e ultrajante que não pode ficar em claro‘. Convém não esquecer.

Leiam também um destes artigos: