CLÁUDIO AJUDA-ME

… Fátima Lopes está separada! (Merece que a deixem estar tranquila!)

Por

… Fátima Lopes teve sempre um comportamento exemplar com a imprensa, deixando muito claro os lados que queria mostrar e os que queria guardar para si, percebendo sempre que uma celebridade como ela despertaria interesses no público e talvez – num caso raro em Portugal – tenha sido, das figuras conhecidas com o seu estatuto, a que mais soube preservar a intimidade da sua família, pela qual tanto lutou. Este fim-de-semana acordaremos com a notícia da sua separação. Estava casada com Luis Morais há 12 anos. Um casamento secreto na altura, que depois foi dividido com a comunicação social, e mais uma vez aí, depois de se levantar a questão, Fátima foi clara: o casamento dela não era o casamento da apresentadora e figura pública. Era o casamento de Fátima Lopes, a mulher. Tudo aconteceu, é preciso ter memória, na altura em que Fátima Lopes liderava as manhãs da televisão em Portugal, era uma das imagens mais valiosas do momento e o nome mais desejado pela imprensa. Ainda assim, conseguiu que o seu casamento fosse realizado no segredo dos amigos e da família. Não cedeu nunca a pressões mediáticas e sei que houve alturas em que isso foi difícil de conseguir. Fátima e Luis construíram uma família e raramente se expuseram publicamente, seguindo na linha daquilo que sempre defenderam, mesmo que muitas vezes alguma imprensa entrasse numa guerra ‘suja’, que ela nunca consentiu alimentar. Hoje, Sábado, Fátima confirmará em comunicado que está há dois meses separada de Luis Morais, seu companheiro feliz durante 12 anos e pai do seu filho Filipe. Fátima tem um gesto de enorme generosidade com a imprensa, esclarecendo o assunto antes que tome proporções desnecessárias. A minha opinião, que sei muito disto, é que uma pessoa que não se expôs voluntariamente, mesmo que sendo figura mediática de primeira linha, não merece ser massacrada pela imprensa. Os próximos dias na vida de Fátima serão complicados de gerir. A imprensa tem a obrigação de ter com ela a mesma generosidade que ela teve com a imprensa, não esquecendo o coerente que foi estes anos todos em que se mantém na linha da frente como apresentadora de primeiro plano. O momento deve ser vivido com cautela mediática e, se possível, sem devassar a vida da sua família. Não importam as razões da separação. Para a imprensa deveria importar apenas e só que a história do casal (enquanto casal) chega ao fim por decisão dos dois. Para mim, foram sempre um casal exemplar. Conheço-os bem. Senti-lhes sempre o maior amor e respeito entre um e outro. Luis e Fátima formaram um dos casais mais apaixonados, divertidos e bem dispostos. Era assim que se mostravam fora da esfera mediática. Gosto dos dois e desejo aos dois um caminho seguro e feliz. Não sei o dia de amanhã, mas sei que o Luis fez a minha amiga Fátima muito feliz durante mais de dez anos. É isto que eu guardo. É isto que a mim importa! Isto, e ainda salientar que Fátima é uma boa amiga, uma pessoa generosa e uma profissional de excelência.

 

 

Leiam também um destes artigos: