CLÁUDIO AJUDA-ME

… A fotografia de Dália (Que se tornou assunto da semana)

Por

… Já que se tem dito e escrito tanto absurdo sobre a fotografia que eu comentei da minha amiga (sim, minha amiga) Dália Madruga, aproveito para esclarecer que em momento nenhum eu sou contra a amamentação em público. Isso seria um disparate sem tamanho. Eu sou a favor da amamentação sempre e quando a mãe entender, sentir necessidade, quiser e de preferência resguardando o momento que é dela e do seu bebé que, como dizem os especialistas no assunto (não sou eu que o digo), é um momento raro, único e de extrema importância para a mãe e para o filho, que recebe nesse momento muito mais que o leite materno e que por isso dever acontecer com a máxima serenidade, o que não significa que não seja feito em público, mas que – insisto – deve ser resguardo. Ou seja, toda a vida se amamentou em público. Não é de hoje. E toda a vida existiram formas de tornar o momento mais íntimo sem ter a necessidade de uma exposição excessiva. No caso da fotografia da Dália, o que eu disse foi exactamente isto. Que é uma fotografia bonita, mas a publicação dela na Internet iria suscitar comentários e que a Dália, nesta fase da sua vida, não precisa disso para nada. Fui claro na minha opinião. O que acontece é que há sempre a necessidade de se criar uma guerra. Eu percebo o jogo, faço parte dele (este post também faz parte). Fiquem todos tranquilos, já falei com a Dália, já lhe expliquei a minha opinião, ela já me disse o que tinha a dizer e eu, que gosto muito dela e da sua familia, continuo com a minha opinião e em nada me belisca o facto da Dália me ter respondido em público.  Ambos sabemos o que somos e onde estamos.

 

Leiam também um destes artigos:

ps. A bonita fotografia foi ‘roubada’ às redes da Dália.