CLÁUDIO AJUDA-ME

… ir a uma consulta de Podologia tem que se lhe diga (sabem isto?)

Por

… Há algum tempo que me tinham falado nisto, mas eu andava a adiar. As minhas costas andavam com algumas dores, e muita gente me dizia que uma das causas podia estar nos pés! Nos pés? Sim! Então lá arranjei tempo e fui a Alvalade a uma consulta de Podologia na Walk’in Clinics e vim de lá com a cabeça cheia. Ia preparado para ouvir falar dos meus pés e acabei a sair com a recomendação para fazer uma radiografia! Fiquei a saber que tenho uma perna mais comprida do que a outra e tenho de saber qual é mesmo a diferença de tamanhos, porque isso pode influenciar a minha postura ou provocar dores de costas. Cá está! Eu sempre achei que uma pessoa repararia nestas coisas, mas parece que andei enganado uma vida inteira! Primeiro fiquei ansioso, mas depois disseram-me que se pode resolver com uma simples palmilha ortopédica, nada de mais. Eu não sabia, mas ao que parece há uma série de situações que merecem uma visita ao podologista: problemas de costas, de postura e ainda outros associados a doenças como a diabetes ou artrite reumatóide. Honestamente, não fazia ideia de nada disto. Vocês sabiam? Se também não faziam ideia, aproveitem para ir a uma consulta. Sabe-se lá o que vão encontrar! Eu soube por acaso, fiquei tão entusiasmado que disse que ia contar a toda a gente e passar a palavra, por isso disseram-me na Walk’in Clinics que em Março, mês da saúde do pé, as primeiras consultas de podologia são por menos 25%, o que é fantástico. Há várias clínicas em todo o país e têm um horário alargado, com imensas especialidades. Eu gosto, até porque o atendimento é rápido e não é preciso esperar para ter consulta. Aconselho! Aconselho não só por isto, e vou dar novidades, porque na clinica nós encontramos tudo o que encontramos num centro de Saúde e sem esperas, e com coisas tão boas como… se precisarmos, o médico vem a casa ver os nossos filhos que por estarem doente, não devem ir para a fila de um centro de saúde, onde correm o risco de ficar piores… Pronto, mas isto conto depois. Agora toca a ver os pés, que são eles que nos aguentam. Literalmente.

Boa?

 

 

Leiam também um destes artigos: