CLÁUDIO AJUDA-ME

… Não sei porquê (mas sei que gosto muito dela)

Por

… Não sei de verdade o que me liga à Joana Solnado. Nunca trabalhámos juntos, encontramo-nos ocasionalmente aqui e ali, mas nutro por ela um carinho e uma admiração grande, que tornei ainda mais real no abraço que lhe dei o outro dia. Talvez – eu acredito nestas coisas – a forte ligação que eu tinha com o seu avô pode ajudar neste empurrão de sentimento. Tudo isto para vos dizer que estive com ela na apresentação da nova temporada da SIC, que ela – como todos os actores que entrevistei – está muito entusiasmada com ‘Paixão’, a nova novela do horário nobre que estreia hoje após o Jornal da Noite. Joana é uma das protagonistas (ao lado de Margarida VilaNova, Marco Delgado e Albano Jerónimo) e a sua simplicidade como pessoa relega automaticamente para outro plano o facto de ser protagonista. A ela orgulha-a acima de tudo a história, o elenco, o convite e ‘trabalhar uma personagem que toca assuntos que raramente foram focados tão directamente na televisão portuguesa‘. Acabada de chegar do Brasil, onde esteve no elenco da produção ‘Novo Mundo’  da Globo, diz que não se pode comparar as novelas de cá e lá, não porque são melhores ou piores, mas porque diz que a diferença está na cultura dos povos: ‘somos povos com culturas diferentes. É isso que destaca. Não quem faz melhor sou pior‘.  Joana estava vestida de verde esmeralda, num leve e plissado vestido que a tornava uma espécie de luz no evento. Ela está feliz. Talvez por estar de regresso, talvez por estar apaixonada pela sua novela que, garante, ‘vai apaixonar os portugueses todos‘ ou talvez por ser grata à oportunidade de mostrar que há ainda muito para ver da Joana Solnado actriz. Honestamente, estou muito entusiasmado para ver uma vilã feita por ela. Quero ver essa transformação em cena, que ainda não foi para dar mas que já recebeu tantos elogios dos colegas e da equipa que a têm acompanhado no trabalho.

 

Leiam também um destes artigos: