CLÁUDIO AJUDA-ME

… Obrigado Ana Bola (A lição que se deve aprender)

Por

… Ana Bola foi convidada do ‘5 para a meia noite’. Só ontem consegui ver a entrevista que circula no Youtube. Para mim, Ana nunca defrauda numa entrevista e não foi excepção nesta, onde haveria logo desde o começo a expectativa de que falasse de Maria Vieira. Foi provocada para o fazer e fez bem. Fê-lo abertamente e, sobretudo, falou olhos nos olhos com o espectador, respondeu a Filomena Cautela e falou directamente para Maria Viera, que naturalmente a ouviu, embora não deva ter achado graça ao que escutou (imagino eu). Ana é uma pessoa franca, a mim parece-me ser absolutamente verdadeira na imagem que nos passa. Eu gosto muito dela. É talentosa, culta, determinada, tem um sentido de humor absolutamente fascinante e, mais importante que tudo isto, uma noção da realidade que me faz perceber rapidamente que sabe exactamente onde está, o seu papel e que não a deixa viver no mundo da fantasia durante muito tempo (devíamos aprender muito com ela sobre isto). Gosto de a ver na televisão, no teatro, e ‘apenas’ enquanto Ana a falar de si, das suas coisas e daquilo que lhe perguntam. Em poucas palavras, mas muito acertadas, disse o que tinha a dizer sobre Maria Vieira. Não a ofendeu, deixou claro de onde vem toda esta situação e, mais claro ainda, aquilo que pensa sobre o assunto. Não gostei, devo dizer, da postura de Filomena, que depois de perguntar, provocar e instigar Ana Bola a falar sobre o tema (e ainda bem) tentou várias vezes cortar a actriz porque não estava a gostar do que estava ouvir, ou talvez porque precise que Maria Vieira perceba que ela não a tenha deixado ficar mal, porque talvez precise que Maria ali vá um dia sentra-se no lugar de Ana Bola e falar. Tentou deixar o seu espaço ‘limpo’. Acho que quando se convida uma pessoa e se pergunta, corre-se o risco de ouvir o que não se quer ouvir. Ainda que Ana Bola o tivesse feito com o maior respeito, Filomena tentou cortar. Não conseguiu, Ana é mais forte que isso! Não acredito que fique bem à Filomena tentar cortar a palavra a Ana Bola. Porque no  programa que se diz livre e onde se brinca tanto com tanta gente e onde já ouvi tanto de tanta gente, qual seria o motivo para que não se expressasse completamente a opinião sobre Maria Viera? Não fez sentido. Ali, Filomena não é a amiga de. A Filomena é a apresentadora de um programa da televisão pública. Está ao serviço do público. Tirando isso, uma nota mil para Ana Bola, que sempre que se senta num cenário fá-lo com a perfeita noção do que é comunicar com o público. Nunca é demais aprender!

 

Leiam também um destes artigos: