CLÁUDIO AJUDA-ME

… Os filhos de Cristiano! (E porque não?)

Por

… Acordámos este fim de semana com a notícia de que Cristiano Ronaldo vai ser pai de gémeos, recorrendo a uma barriga de aluguer. Em Portugal rapidamente se preocuparam em perceber a razões legais disto daquilo, em questionar se há ou não direito… Não sei se é verdade ou mentira, nem teria porque sabê-lo, mas este gesto de Cristiano a mim provoca-me uma ternura imensa. Não vou entrar na discussão da opção, que se tem ou não, de ver crescer um filho sem lhes dar o direito de ter mãe. Mas no universo de Cristiano Ronaldo, as coisas não funcionam como no meu, nem como no da maioria das pessoas. Também acho que, de facto, o namoro relâmpago com Georgina (tal como terá acontecido com Nereida) pode desviar as atenções mediáticas para algo que ele poderá estar a planear fazer. A mim, o que fica é a alegria que conheço nos olhos do Cristianinho, que tem no craque um pai exemplar e na avó Dolores a mãe que Cristiano escolheu para educar o filho. A confirmar-se este informação, o processo será semelhante, e nem por isso errado. Cristiano tem o direito às suas escolhas sejam elas quais forem. Se lutamos todos para que as mulheres tenham direito a uma ‘produção independente’, não podemos (nem devemos) recusar a um homem o mesmo. Não devemos criticar, até porque o comportamento de Cristiano com o filho (daquilo que conseguimos ver) é exemplar. Basicamente, é isto!

 

Leiam também um deste artigos: