CLÁUDIO AJUDA-ME

… Pastilha com sabor a chocolate (Ou chocolate com sabor a pastilha)

Por

‘Pastilhas elásticas. Talvez tenha sido a primeira coisa material que encontraram em comum e ficou como uma espécie de código. Talvez um goste mais, mas quando estão juntos o outro leva caixas de pastilhas elásticas de todo os sabores. Em qualquer presente lá está uma pastilha elástica, em qualquer situação leva pastilha elástica. Um e outro. ‘Lembro-me que te pedi uma pastilha no cinema e não tinhas. Fiquei irritado! Não sou capaz de estar no cinema sem pastilha elástica‘, diz a certa altura. O outro ri: ‘és tão exagerado!‘. E seria. Mas a verdade é que havia pedido pastilha e ele não tinha. Levantou-se a meio do filme e foi ao bar comprar, ‘Olha, não havia. Mas trouxe-te isto!’… Abre a mão dele para lhe meter entre os dedos um Twix. Um chocolate pequenino… ‘Eu não quero isto’, reclama. ‘Come, é muito bom. É o chocolate que mais gosto!’‘  E seria sempre assim. As pessoas que sabem ler estas coisas rapidamente fariam uma associação entre a pastilha elástica e o chocolate. Ou não. Apenas se dariam ao prazer de saborear uma e outro. A pastilha tem a elasticidade que se deve ter quando se quer chegar a um lugar qualquer e a resistência difícil de suportar perante tanta adversidade. Não nos podemos esquecer, está a ser mordida a cada instante. O chocolate  tem a textura adequada para que se torne um prazer, que de vez em quando é amargo. Eu gosto de chocolate amargo. Sabe melhor, faz menos mal. A pastilha tem o sabor que se prolonga no tempo, o chocolate tem o sabor imediato. Se a pastilha deve ser mastigada demoradamente e de forma automática, o chocolate tem a obrigação de ser saboreado com tempo e com os sentidos alerta. Devemos fechar os olhos para conseguir que o sabor se misture na boca e apure o paladar. É importante que se perceba que a pastilha elástica é menos apreciada que o chocolate. Não que seja menor mas é mais barata, mais vulgar, menos nobre e está à venda em todo o lado. O chocolate não! Ou pelo menos não todos. São mais caros e têm um lugar específico na loja que os vende… É preciso que se entenda que, estando em estantes distintas, o melhor que se fazia era juntar um e outro na mesma secção. Se eu tivesse uma loja misturava pastilhas elásticas e Twix na mesma prateleira. Ia fazer um vistaço. Melhor, acho que um dia terei uma fábrica de chocolate onde lá dentro colocarei pastilha elástica. Depois, nasce outra coisa qualquer da junção dos dois. Pode ser um chocolate elástico ou uma pastilha com sabor a chocolate. Seria preciso pedir autorização a um e outro, porque não se pode pedir à pastilha que seja chocolate, nem ao chocolate que se transforme em pastilha. Haveria que arranjar forma airosa de os entrelaçar de maneira a que nem um nem outro ficassem sem identidade, perdessem o sabor original e acima de tudo… continuassem muito especiais.  Um e outro.

Leiam também um destes artigos:

<%-- entretenimento --%> Blogs do Ano - Nomeado Entretenimento