CLÁUDIO AJUDA-ME

… Pela primeira vez falou (A Cláudia já não é a ex de …)

Por

… Aqui até vou contrariar a minha maneira de ser e aquilo que defendo publicamente muitas vezes (que gosto que as figuras falem e expliquem, porque precisamos dessas justificações). Ontem de manhã entrevistei a Cláudia Gomes, ex-mulher de Bruno de Carvalho. É preciso tirar o chapéu a esta mulher. E explico! Pela primeira vez, Cláudia sentou-se num programa de televisão e enfrentou as coisas de frente. O objectivo não era falar da sua separação, nem especular sobre o assunto. O objectivo seria falar da sua mudança de visual E da operação que fez com Ângelo Rebelo, mas seria muito tonto da minha parte tê-la ali sentada ao meu lado e não a questionar sobre tudo o que se tem dito e escrito a propósito da polémica e mediática separação. Cláudia mostrou que sabe muito bem o que quer dizer, a imagem que quer passar e, acima de tudo, que aconteça o que acontecer jamais irá tecer palavras menos simpáticas sobre o pai da sua filha. De forma elegante, respondeu a tudo, e foi honesta quando disse que muitas vezes o melhor é ficar em silêncio. O silêncio é a melhor resposta, que deve ser rompido apenas quando não se aguenta mais. No caso de Cláudia disse-se muita coisa que merecia um rasgar de silêncio, mas ela preferiu manter-se quieta e mostrar com as atitudes de que lado poderia estar a razão. Gosto. Não me engano muito com as pessoas. Não me enganei com ela.

 

Leiam também um destes artigos: