CLÁUDIO AJUDA-ME

Navegar CategoriaActualidade

… Acreditemos. Vai ficar tudo bem!

Por

… A quarentena, o isolamento social e o que nos está a acontecer deixa-nos de repente tempo. Tempo para ter tempo. Tempo para fazer o que nos queixávamos horas seguidas que não conseguíamos fazer. Arrumamos a casa, as gavetas, testamos receitas novas (a mim nenhuma funcionou), vemos as séries pedentes, acabamos os livros, arrumamos armários, ...

… Os amigos!

Por

... Falar dos amigos, esse grupo de gente que nos entra pela vida e fica. Vai ficando. E fica. Acomodado e encostado às paredes daquilo que sentimos ou queremos sentir. Não tenho muitos amigos. Tenho centenas de conhecidos e umas dezenas largas de uns e outros que se acham amigos, mas sempre percebi desde muito ...

… Ele, o livro.

Por

... O livro. O livro da minha vida. Não as minhas memórias. É cedo para isso, e nem sei se alguém as quereria ler.  Este é o o livro que eu queria que todos tivessem nesta altura porque conta muito do meu caminho e porque eu não acredito em coincidências, veio na hora certa. Acredito ...

… Sobre o amor. No dia de o celebrar!

Por

… Não acho graça a que se assinale o dia do namorados. Prefiro que se assinale o amor, que deve ter dias seguidos e não só um no calendário. Para mim, o amor mais não é do que ‘sentir-se em casa’ sem cerimónia. É perceber que o silêncio não atrapalha, que a descoberta de uma ...

… A única coisa constante, é a mudança!

Por

...  A mudança é necessária, muitas vezes urgente, para que os olhos que humedecem com ela, humedeçam da alegria de ver escrever outra história, para que o corpo que treme de ansiedade passe a tremer da vontade de recomeçar, para que o coração que agora está apertado e ansioso por deixar de estar, voltar a ...

… A Cristina. A minha Cristina!

Por

... A primeira fotografia. A fotografia do primeiro dia. Agora que o dia começa a desaparecer, imagino-a ‘triste’ não comigo, mas pela situação. Estará orgulhosa porque me viu sair na procura do que quero, mas triste porque me quer ao seu lado. Mas ela é das que gosta que as pessoas se façam à vida, ...

… A mudança!

Por

.... Contados pelos dedos das mãos são muitos dias metidos em 18 anos de sic sendo que 16 deles foram consecutivos e diários em muitos projectos. Vi a sic crescer fazer-se adulta e depois mulher. Vi-a passar por várias direções. Entrar gente e sair gente. Vi as paredes forrarem-se de caras e os corredores encherem-se ...

… Do verbo Ir!

Por

... Ir. Seja onde for. Ir é sempre uma coisa que fica para lá de tudo o que já temos. Ir, faz-nos perceber que somos ‘isto’, quando achamos muitas vezes que somos mais que ‘isto’ ou até menos que ‘isto’. Todos os significados do verbo ir se aplicam quando embarcamos seja para onde for. Sou ...

… Adeus, vou ali já venho!

Por

... Não posso nunca aplaudir a ideia genial que Harry e Megan tiveram ao anunciar publicamente que se iriam afastar da casa real e fazer a sua vidinha 'financeiramente independentes' lá longe. Se é uma história de amor? Claro que sim e fui dos primeiros a aplaudir. Mas o casal não pode anunciar ao mundo ...

… O momento ‘deles’

Por

... Não é só cá em casa. Deve ser em todas as casas onde exista um adolescente. Chegou. Deixou tudo no chão, mochila, sacos, casacos e enfiou-se no sofá agarrada ao 'melhor amigo' nas horas vagas. O telemóvel. As redes sociais. Os vídeos. As conversas e tudo o que existe dentro do aparelho que segura ...

… Os meus Super Court!

Por

... Isto é mesmo só para vos mostra o novo modelo da Adidas. São os SuperCourt e dão, além de um andar super confortável, aquele estilo que impressiona em qualquer visual quando queremos marcar presença. Já tenho os meus. É só para avisar!  

… Pedras (que ninguém entende)

Por

... As pessoas não entendem. Não percebem o cheiro, o silêncio, os olhos húmidos, o corpo frio, os braços à volta de nós, a cabeça neste lugar quando está em outro lugar qualquer ou noutro lugar quando está amarrada a este. Voltar. Perceber que só é ali, porque foi aqui. As pessoas não entendem este ...

… Era para escrever (E agora?)

Por

... Ligar o computador. Tentar escrever. Ter muita vontade de o fazer. Não conseguir organizar as ideias. Sair da página. Ir ao email. Voltar à pagina. Anexar uma fotografias. Aceitar. Querer escrever. Saber sobre o quê. Não ter vontade nos dedos para seguir o raciocínio do pensamento. Olhar em frente. Fixar o ecrã. Desviar o ...

… A minha Fé (É à minha maneira)

Por

... Sempre fui uma pessoa de fé. Daquelas que acredita piamente que há uma força que nos obriga a seguir em frente. Sempre acreditei que quando estivesse quase a desistir haveria alguém que me empurraria o corpo e a mente para que não o fizesse. Não sou batizado. Acredito. Apenas acredito. Não vou à missa ...

… Sábado de chuva (Gosto de sentir isto)

Por

… Hoje começou a chover torrencialmente. Não sei porquê, parecia-me Fevereiro. Uma daquelas tardes de Fevereiro onde começa a ser noite às três da tarde. Estava no quarto. A chuva, que primeiro começou com pingos grossos e lentos, começou a cair rápida e apressada. Gosto de a ver e ouvir. Fui para a janela senti-la. Misturava-se o som ...

… Esta pessoa (quem é esta pessoa?)

Por

... Esta pessoa existe. Esta pessoa está muito grata aos momentos que vive nesta altura. De vez em quando, revolta-se com ele, com aquilo em que acredita, fica aborrecido, chateia-se com o mundo, reclama das horas, do tempo, da roupa, das contas, do trânsito, mas esta pessoa sabe que é uma privilegiada. Tem essa noção. ...

<%-- entretenimento --%> Blogs do Ano - Nomeado Entretenimento