… O paraíso aqui ao lado! (gelado de doer)

Por

… Já me tinham falado nela algumas vezes. Falavam-me nela. Eu ouvia e desligava. Não poderia ser nada de tão extraordinário, até porque Portugal está cheio de pérolas escondidas na costa. Mas rendi-me. Meti-me a caminho dela. Um caminho difícil e complicado que desaconselho a todas as pessoas que não tenham preparação física e que deve ser feita com calma e com calçado apropriado. Uma espécie de caminhada misturada com escalada, não sei se em algum lugar do mundo isto se aplica. Um calor abrasador em Lisboa, era preciso sair. Sair não pelo calor, que serve como desculpa, mas para abraçar o desconhecido. À aventura. Já dias antes, tinha conhecido uma praia que é muito bonita, mas está estragada pelo excesso de pessoas e pela falta de cuidado e civismo de algumas delas… um dia conto. Hoje o passeio foi para outro lado. Um lado oposto. Assim que cheguei ao cimo da “montanha” percebi que valia a pena. A vista cortava a respiração. Desci. Uma areia fina e quente, um mar gelado (mas quando digo gelado é mesmo gelado) os pés doíam do frio da água transparente, mas não me importei. Valeu cada bocadinho aquele silêncio. Primeiro ninguém, depois pouca gente. Passou o tempo a correr. Tempo para várias marés. Quando se quer consegue-se… e eu consegui. Fiz praia sossegado, aqui ao lado de casa.

Centro de Preferências de Privacidade

Estatísticas

Dados estatísticos

_pk_id.4.edc1,_pk_ses.4.edc1

Informação

Notícias Push

__cfduid

Blogs do Ano - Nomeado Entretenimento