CLÁUDIO AJUDA-ME

… Oito anos depois (O que fica do que passa)

Por

… Durante oito anos seguidos entrei neste estúdio que hoje fecha um ciclo. Conheço de cor o caminho, o cheiro, as pessoas que trabalham nele e as que já trabalharam. Durante oito anos o meu desafio profissional foi dar vida a quem nos via em casa. Primeiro na versão ‘Querida Júlia’, depois no ‘Queridas Manhãs’… Durante as últimas semanas disfarcei muito todos os dias que vim fazer programa. Dei sempre o máximo, sei que o público percebeu isso e a equipa também. Todos os dias destas últimas semanas me fui despendido um pouco da minha rotina diária. Eu faço televisão com a paixão que se tem pelas coisas que se gostam e eu sou muito bom a fazê-la. Sou bom porque a sinto. Eu sei disso. O público sabe disso. Foi sempre ele que me preocupou. Preocupou-me a equipa que nunca defraudei, quem me escolheu para os projectos que não se arrependeu, o público que nunca se sentiu defraudado, importa-me a minha consciência que deu sempre tudo e deu muito mais do que esperavam de mim, do que estava contratado, porque só sei fazer assim. Isso é que me deixa tranquilo. Neste campo não há nada a provar! Ao longo destas semanas fui-me despedindo de tudo. Fui falando com pessoas, reconhecendo os sinais, fui percebendo que o bom era aproveitar ali cada três horas de cada manhã… Hoje, quando a câmara desligou, senti um frio agudo. Aqueles frios que nos entram devagar e se instalam. É assim que me sinto: frio…. Porque quando se desliga a luz, quando se fecha a porta, quando fica vazio de gente, um estúdio não é apenas um amontoado de contraplacado. Um estúdio é uma alcofa cheia de histórias que guarda consigo. Depois de deixar de sentir o respirar da gente, fica frio. As tábuas que o erguem serão amontoadas, cheias de histórias, umas em cima das outras. Tantas histórias, tanta gente, tantas cantigas, tantas gargalhadas, tantas lágrimas, tantas birras, tantas certezas, tantas inseguranças… Tanta vida. É no estúdio como na vida. Televisão é vida. Fecha-se a porta de ferro do estúdio. Limpa-se a secretária. Esvazia-se o camarim. Fecha-se um ciclo. Obrigado a todos Eu fiz o melhor que soube. Espero ter feito bem!… O futuro é já a seguir!

 

LEIAM TAMBÉM UM DESTES ARTIGOS:

<%-- entretenimento --%> Blogs do Ano - Nomeado Entretenimento