Tag Archives Eu

… Alentejo!

Por

... O Alentejo fica-nos sempre com um pedaço quando vamos e voltamos. Um bocado grande que pode ser uma espécie de carne arrancada de nós. Fica uma ferida. Quem nunca mais voltou, conta que a ferida não sara. Não cicatriza. Sentem saudades dos pés quentes na terra. Da roupa colada ao corpo transpirado. Sentem falta ...

Blogs do Ano - Nomeado Entretenimento