CLÁUDIO AJUDA-ME

… Todos temos um sótão (se não inventamos um)

Por

…  Para que nos serve o sótão? Para arrumar coisas, para sonhar, para estar de vez em quando só a olhar para o céu. É o que faço nele. Arrumo coisas, sonho muito e olho para lá desta janela muitas vezes. A janela está na direcção do céu… Fico ali a olhar para o céu e deixo entrar o que me permitir a imaginação. Nao há limites. Nem todos têm um sótão físico, mas todos podem ter um sótão imaginário, onde vamos colocando as nossas coisas arrumadinhas, encostadas umas às outras e nos lugares certos. Na prática, a diferença é mesmo só física. Uns têm um lugar, outros têm a imaginação e a imaginação é muito mais valiosa que uns metros quadrados de espaço, onde as caixas se amontoam em histórias contadas pelos passos que cada par de sapatos, que têm dentro, terão dado. Eu sou de guardar coisas, de arrumar e desarrumar e hoje a pergunta que me ocorreu foi se eu teria o meu sótão arrumado. Este, o físico, que encontro ao subir as escadas de madeira, está arrumadíssimo. O sótão imaginário, o que todos temos, há dias em que não tenho tanta certeza… Parece que, de vez em quando, um temporal emocional entra por ele adentro e desarruma tudo. Parece que se abre a janela, a que aponta para o céu, e o vento desata a fazer estragos. A isto chama-se viver? Dizem que sim.

 

Leiam também um destes artigos: