CLÁUDIO AJUDA-ME

… Isto não me choca! (O que me choca são os treinadores de bancada!)

Por

… Interrompi um pedacinho das minhas férias para escrever sobre a capa da Cristina, que tanto deu que falar e que tanto me pedem para comentar. Uns contra, outros a favor, como se fosse um jogo de futebol, e vamos ver quem ganha! Uns falam por falar, sem noção mínima de coisa nenhuma, outros com a argumentação que lhes interessa e depois há ainda (o mais grave) os pobres de espírito, que além de não entenderem a importância da capa, vão mais longe e insinuam que foi “copiada” da Time! Tipicamente português, portanto! Meu Deus! O mais importante é isso?! Nada se inventa, tudo se transforma e todos nós nos inspiramos em alguma coisa para criar (ou recriar, se preferirem!). É completamente indiferente para o assunto que esta capa não seja original, que no mundo já existam mil iguais. O que me choca não é a capa – óbvio – o que me choca é que uma capa destas dê tanto que falar e que comentar e que à sua volta nasça um burburinho porque duas pessoas se beijam. Não adianta mentir, apesar de isto estar dentro da minha normalidade, conheço muita gente – que inclusivamente vi comentar nas redes com palmadas no peito a dar bravos à iniciativa – que discrimina em grande. Uma coisa do género :‘Cada um faz o que quer, mas o meu filho não! O meu filho tem muitas namoradas… ‘. Sabem o que vos digo? Bonito era fazer uma capa destas com uma data de gente lá metida e desmascarada, porque a hipocrisia não é só quem critica a capa porque entende ter as suas razões, que eu não entendo nem perco tempo a querer entender se não me interessar. O que me incomoda é a gente que aproveita tudo para se meter nos bicos de pés do politicamente correcto, mas que em casa, no trabalho, ao lado, na porta do vizinho, no amigo do amigo… aponta o dedo e jamais vai deixar que um filho brinque com uma boneca, porque ‘é coisa de menina’ e o bom é ser jogador de futebol! A capa não me surpreende, não tem razão nenhuma para me chocar. O que me choca e envergonha é a idiotice humana disfarçada de bom carácter. Se quiserem, aplica-se este texto ao racismo, e vejam como encaixa na perfeição! Mais uma vez a Cristina e a sua equipa estão de parabéns porque conseguiram dinamizar uma discussão que muitos têm engavetada. Se é original ou não, não importa. Eles fizeram. É isso que conta. Não conta quem come o fruto, conta quem se dá ao trabalho de o semear. É isto!… Vou dar um mergulho.

 

Leiam também um destes artigos: