CLÁUDIO AJUDA-ME

… Vamos ali amor (mas levo a minha mãe!)

Por

… A Irina pode ser boa rapariga, encantada de se conhecer, mas verdade tem de ser dita… se antes se queixava tanto que Dolores Aveiro estava tão presente na sua vida com Cristiano Ronaldo, que dirá ela agora ao ter de desfilar na Passadeira Vermelha dos Óscares de mão dada com o namorado e o namorado de mão dada com a mãe? Eu sei que a imagem é ternurenta, eu sei que para ele levar a mãe terá de ser um gesto bonito entre os dois, mas também sei que a cabecinha da Irina pensa ‘Que seca! Agora tenho de dividir a atenção com esta?’. Logo ela, que o ano em que ‘brilhou’ mais neste evento foi quando apareceu vestida de quase nada a gritar ‘Estou aqui!, dias depois de ter acabado o seu romance com o futebolista português, o que a catapultou para a capa da HOLA! Espanhola. Ela parece feliz? Até pode ser que sim, mas, depois da passadeira, lá dentro engoliu uns sapinhos quando viu o seu amor todo lânguido cantar para Lady Gaga, que se derreteu toda para ele, porque é entendida nestas coisas e sabe muito bem que neste mundo ‘mais que comer é importante fingir que se tem fome’. E que fez Irina? Aplaudiu, de pé. E que fizeram os fotógrafos? Tiveram que cortar a mãe uma vez ou outra para terem o casal sozinho. Um trabalhão, portanto.

… Entretanto cortaram a mãe!

 

LEIAM TAMBÉM UM DESTES ARTIGOS:

 

<%-- entretenimento --%> Blogs do Ano - Nomeado Entretenimento